Ahmadia – O Renascimento do Islão

alislam
Por alislam Novembro 16, 2015 17:20

Ahmadia – O Renascimento do Islão

 Ahmadia – O Renascimento do Islão

ISLÃO, O SAGRADO PROFETA(SAW) E O SAGRADO AL-CORÃO

Islão significa ‘Paz e submissão à Vontade de Allah’. Trata-se de uma mensagem trazida pelo Profeta Muhammadsaw há aproximadamente 1400 anos na Arábia. Muhammadsaw recebeu uma revelação de Allah que lhe disse que apenas Allah era digno de adoração e que nada mais se igualava a Ele e que o Islão era a religião completa e definitiva para a humanidade. Muhammadsaw ajudou os pobres, libertou os escravos e estabeleceu direitos iguais para as mulheres. Pediu aos seus seguidores para que fossem pacientes durante as desventuras e que orassem a Allah. A sua missão era erradicar o mal e a iniquidade, implantar o bem e a piedade e guiar a humanidade para se aproximar do Criador. Muhammadsaw levou uma vida simples, devota e pacífica.

O Sagrado Al-Corão é o livro sagrado do Islão. Representa a palavra de Allah que foi revelada ao Profeta Muhammadsaw ao longo de mais de 23 anos. É constituído por 30 fascículos e dividido em 114 capítulos. Contém uma vasta seleção de ensinamentos e é um código de conduta abrangente para a humanidade. Contém ainda inúmeras profecias, muitas das quais foram realizadas e muitas que ainda se encontram por realizar.

O ISLÃO E AS OUTRAS RELIGIÕES

O Islão acredita em todos os profetas e líderes religiosos nomeados por Deus, incluindo Muhammad, Abraão, Moisés, Jesus, Krishna, Buda, Confúcio e Zaratustra (que a paz esteja com todos eles). O Islão olha para eles como professores divinos enviados para reformar a humanidade e estabelecer a comunhão com Deus – o Criador. O Islão afirma que os ensinamentos originais de diferentes fés provêm do mesmo Único Deus.

O ISLÃO E OS DIREITOS IGUAIS

O Islão realça que homens e mulheres e pessoas de todas as etnias são iguais perante Allah e que apenas as obras de justiça elevam uma pessoa acima de outra. Não há lugar à exploração, quer seja social, política, económica ou religiosa.

O ISLÃO E A HUMANIDADE

O Islão reforça o conceito de humanidade e respeito pela liberdade individual. Lembra o homem do seu direito humano fundamental de livre escolha da sua religião. O Sagrado Al-Corão estabelece que não há compulsão na religião.

A COMUNIDADE ISLÂMICA AHMADIA

Os seguidores de todas as grandes religiões aguardaram pelo advento do Prometido nos Últimos Dias conforme previsto nas Sagradas Escrituras. Os Hindus aguardaram por Krishna, os Judeus e Cristãos pelo Messias, os Budistas pelo Buda e os Muçulmanos pelo Imam al-Mahdi e pelo Messias.

Sob orientação Divina, Hadrat Ahmadas declarou que de facto apenas uma pessoa com todas as qualidades do Prometido em diferentes  religiões iria aparecer e a humanidade finalmente unir-se-ia numa religião universal. Hadrat Ahmadas, o fundador da Comunidade Islâmica Ahmadia, proclamou ser o Prometido aguardado em todo o mundo em diferentes fés.

A Comunidade Islâmica Ahmadia ensina o verdadeiro Islão em toda a sua pureza. O Islão é uma religião de paz. É uma religião que vai de encontro às necessidades e desafios do mundo em mudança.

O Islão acredita na moralidade absoluta e impõe justiça e equidade para com os amigos e do mesmo modo para com os inimigos, a todos os níveis do interesse humano. A Comunidade Islâmica Ahmadia acredita firmemente que o Islão é a cura para todas as doenças e aflições ou sofrimento atualmente presente na humanidade.

O Islão ensina-nos que a menos que o homem aprenda a viver em paz com ele mesmo e com os seus semelhantes, não conseguirá viver em paz com Deus. No Islão, encontrarão paz e tranquilidade no coração, que é fruto da submissão à Vontade de Deus. Através desta crença, a Comunidade Islâmica Ahmadia cresceu rapidamente e tem um âmbito internacional, com comunidades estabelecidas em mais de 200 países em todos os continentes.

A Comunidade Islâmica Ahmadia possui milhões de membros e continua a crescer de dia para dia.

A comunidade representa o ressurgimento pacífico do Islão que gera unidade, amor, respeito por todas as religiões e compaixão pela humanidade.

LIDERANÇA ESPIRITUAL SOB ORIENTAÇÃO DIVINA

O MESSIAS PROMETIDO(AS) E MAHDI

A Comunidade Islâmica Ahmadia foi fundada na    Índia em 1889 por Hadrat Mirza Ghulam Ahmad de Qadian,  na Índia – o Messias Prometido e Imam Mahdi. Uma das maiores generosidades da Comunidade Islâmica Ahmadia foi a bênção da  instituição do Califado – um sistema de liderança espiritual no Islão conforme estabelecido no Sagrado Al-Corão. É o meio de unir os Muçulmanos em uma única entidade coesa sob  um líder espiritual. Foi o sistema de liderança estabelecido no período inicial do Islão após o falecimento do Sagrado Profeta Muhammadsaw e foi reinstituído em 1908 após a morte do santo fundador da Comunidade Islâmica Ahmadia.

O primeiro sucessor ou Califa (líder espiritual) do Messias Prometidoas era Hadrat Maulvi Nur-ud-Dinra, um estudante de renome do Sagrado Al-Corão e um herborista iminente. Em 1914, foi sucedido por Hadrat Mirza Bashir-ud-Din Mahmud Ahmadra – um estudante de renome de estudos islâmicos que também possuía vasto conhecimento de outras religiões. Dirigiu a comunidade durante 51 anos e estabeleceu a estrutura administrativa da Ahmadia como uma comunidade internacional.

O terceiro sucessor foi Hadrat Hafiz Mirza Nasir Ahmadra, um pedagogo distinto que se empenhou no serviço a África. Em 1982, Hadrat Mirza Tahir Ahmadra foi eleito o quarto sucessor. A sua liderança projetou os maravilhosos ensinamentos  do Islão para o século XXI a uma escala verdadeiramente global através de inúmeros projetos comunitários e da criação de um único canal de televisão por satélite.

O QUINTO CALIFA – UM HOMEM DE PAZ

A Comunidade Ahmadia está agora a passar por outra era dourada com o quinto Califa, Hadrat Mirza Masroor Ahmad, que mantém a comunidade Ahmadia mundial unida como uma só. Ele garante que todos os passos dados sejam na direção  certa, cumprindo a missão do Messias Prometidoas. Califa dedica-se nomeadamente a garantir que o Islão seja devidamente  entendido  como uma religião de paz em todo o mundo. Acentuou repetidamente o facto de que o Islão rejeita a violência seja de que forma for e por qualquer motivo uma vez que vai contra o Islão – uma palavra que significa ‘paz’.

“Após esta breve descrição, regresso ao objetivo fundamental do estabelecimento da Comunidade Islâmica Ahmadia … que está empenhada em criar a paz no mundo fazendo todos os esforços para ajudar a humanidade a deixar de sofrer…

… Estamos a fazer uso de todos os meios e recursos disponíveis para levar o homem mais perto de Deus, porque se os seres humanos conseguirem reconhecer realmente o seu Criador no dia de hoje, então serão capazes de cumprir as suas responsabilidades perante os seus semelhantes”.

Discurso sobre ‘A Verdadeira Incorporação do Islão’ por Sua Santidade no Centro de Conferência, Rainha Isabel II – 10 de junho de 2008

“O grande problema da atualidade é a crise económica a que se chama a crise do crédito. Por mais estranho que possa parecer, as provas apontam para um facto. O Sagrado Al-Corão guiou-nos ao dizer para evitarmos os juros, uma vez que é o caminho do perigo para a paz doméstica, nacional e internacional… Por isso, para evitar esta situação, nós, os Muçulmanos, fomos avisados de deixar de agir em função dos juros porque o dinheiro que se ganha com os juros não aumenta a nossa riqueza,… Inevitavelmente, os efeitos reais virão ao de cima”.

Discurso sobre ‘A Perspetiva Islâmica sobre a Crise Mundial’ por Sua Santidade proferido na Câmara dos Comuns – 22 de outubro de 2008

JALSA SALANA: A Convenção Anual

No dia 27 de dezembro de 1891 realizou-se a primeira convenção anual (Jalsa) da Comunidade Islâmica Ahmadia em Qadian, na Índia, que teve a participação de 75 pessoas. O Fundador da Comunidade Islâmica Ahmadia, Hadrat Mirza Ghulam Ahmadas, disse que cada ano, deveria haver este tipo de reunião da comunidade durante três dias. Este evento é atualmente um dos principais do calendário da comunidade e acontece em alturas diferentes e em vários países.

O objetivo destas reuniões é o de rever o trabalho efetuado no ano anterior e obter o máximo benefício das conversas e discursos dos estudiosos e do Califa sobre tópicos relacionados com Deus, Islão, Ahmadia, religiões comparativas e os problemas sociais, económicos e políticos e  as suas soluções.  Os Ahmadis  Muçulmanos  que  participam nestas reuniões  vêm  de  todas as partes do mundo. Além de adquirirem um maior conhecimento religioso e energia espiritual, também reveem velhos amigos. Mais de 25 mil pessoas vão à Jalsa do Reino Unido todos os anos. Também assistem ao discurso de pessoas VIP e outros convidados importantes de diferentes fés.

“Uma das primeiras coisas que viram foi o içar da bandeira da União como prova de respeito pelo país em que a convenção tem lugar. Este acto foi visto pelos Muçulmanos como uma lembrança de que a lealdade ao país em que residem é um requisito de fé”.  (Peters field Post – julho de 2009)

“Um político sueco disse que o que testemunhou durante três dias em Jalsa era incomparável. As pessoas levantavam-se e sentaravam-se à chamada de uma voz. Tudo isto por amor a um indivíduo. Ele disse que foi uma experiência única em 74 anos”. (Boletim Ahmadia – agosto de 2009)

SERVIR A HUMANIDADE

O Islão defende que o serviço à humanidade faz parte da fé. Com base neste espírito, a comunidade fundou escolas em muitos países, abertas a todos. Muitas das escolas tornaram-se algumas das mais procuradas instituições nos seus respetivos países.

A Comunidade Islâmica Ahmadia é também conhecida pela sua participação ativa no bem-estar social e pelo atendimento das necessidades médicas e educacionais, não só dos seus membros mas também das comunidades onde residem. A comunidade também abriu muitas clínicas médicas e hospitais que oferecem assistência médica gratuita. Em África, estes esforços têm estado a servir a população local durante décadas.

A comunidade lançou vários projetos sociais para ajudar a desenvolver países em África e na Ásia, bem como para dar assistência a vítimas de guerras e desastres naturais na Índia, Japão, Turquia, Bósnia, Kosovo, Sri Lanka, Indonésia e Caxemira. A Comunidade Islâmica Ahmadia apoia a Humanity First (Humanidade Primeiro), uma ONG internacional sediada no Reino Unido que se dedica a promover e salvaguardar a preservação da vida humana e dignidade. Trata-se de uma agência não-política e não-sectária de ajuda internacional e desenvolvimento que trabalha com comunidades em todo o mundo para melhorar a qualidade de vida de algumas das pessoas mais pobres e vulneráveis do mundo. Os membros da comunidade servem a humanidade através de sacrifícios altruístas, devoção e amor, e organizam maratonas para ajudar outras instituições de caridade tais como a ‘Save the Children’, ‘Cancer Research UK’, ‘British Heart Foundation’, ‘Great Ormond Street Hospital’, entre outras no Reino Unido.

Amor para Todos, Ódio para Ninguém       –     Lema da Comunidade Islâmica Ahmadia

Mesquitas: Símbolos de Paz

A Comunidade Islâmica Ahmadia construiu mais de 15000 mesquitas em todo o mundo, incluindo a primeira mesquita na Espanha desde 700 anos e uma das maiores mesquitas em Sydney, na Austrália. Em Calgary, no Canadá, também construiu a maior mesquita do continente norte-americano.

A primeira missão ultramarina da Comunidade Islâmica Ahmadia foi estabelecida em Londres em 1913. A primeira mesquita foi construída em Londres, a Mesquita Fazl (imagem em cima, à direita) em 1924. É a única mesquita conhecida como ‘A Mesquita de Londres’.

Mesquita Baitul Futuh (imagem em baixo, à direita), situada no sul de Londres é uma das maiores na Europa Ocidental. O complexo pode acomodar mais de 13000 fiéis. A mesquita foi votada como um dos cinquenta melhores edifícios modernos para se visitar no mundo pelo The Information – uma revista suplemento do jornal inglês The Independent.

“Farei Com Que a Tua Mensagem Chegue a Todos os Cantos da Terra”

Revelação recebida por Hadrat Mirza Ghulam Ahmadas (O Messias Prometido e Mahdi)

Conferências de Paz e Prémio Internacional de Paz

Estas atividades são organizadas pela comunidade ao longo do ano e ajudam a fomentar um maior entendimento, tolerância e respeito por todas as fés. Entre os convidados e oradores encontram-se membros do Parlamento, diplomatas, líderes religiosos e civis e membros do público.

O Prémio Ahmadia da Paz é atribuído em reconhecimento da contribuição de um indivíduo ou organização para promover a paz na sociedade.

MTA (Televisão Islâmica Ahmadia)

A Televisão Islâmica Ahmadia surgiu em 1992 com o objetivo de fornecer uma alternativa positiva na rede global de radiodifusão. A ideia foi de Hadrat Mirza Tahir Ahmadru, o quarto Califa da Comunidade Ahmadia, e desde o seu início MTA International tem sido um canal com características únicas  em  muitos  aspectos. O  canal  centra-se  em  produzir programas apreciados por pessoas de todas as idades e está disponível 24 horas por dia.

MTA não depende de patrocínios comerciais nem de taxas de licenças, permitindo-lhe focar-se na qualidade e natureza dos programas. Entre estes programas podemos encontrar notícias internacionais, desporto, ciência, medicina, terapias alternativas, aprendizagem de línguas, programas de crianças, documentários, viagens e religião. MTA está disponível no canal Sky 787.

Associação Ahmadia do Islão em Portugal

A Associação Ahmadia do Islão (Comunidade Islâmica Ahmadia) reúne milhões de membros em todo o mundo e é hoje uma das principais correntes religiosas do Islão. Os Muçulmanos da Comunidade Ahmadia acreditam em Mirza Ghulam Ahmad como Messias Prometido, Imam Al-Mahdi e Subordinando do Profeta Muhammadsaw.

A Associação Ahmadia do Islão está presente em Portugal desde 1987 e tem os membros espelhados nos concelhos de Odivelas, Loures, Amadora, Oeiras, Lisboa e nas outras cidades do país, que trabalham ativamente para espalhar a mensagem de paz do Islão.

Entre as várias actividades religiosas que se realizam na sede da entidade, são os cinco orações diárias, oração das sextas-feiras, convenção anual, dia de nascimento do Sagrado Profeta Mohammadsaw, dia do Messias Prometidoas e dia do Califado.

A Associação Ahmadia do Islão desenvolve ainda programas para jovens, mulheres e idosos tal como aulas de aprender o Sagrado Al-Corão e de informação básica do Islão e além disso, são proferidos discursos sobre vários temas religiosos e morais.

O Islão encoraja a harmonia religiosa e a interação e a comunidade acredita que a tolerância e o respeito estão na base de uma sociedade pacífica. A comunidade dedica-se a trabalhar com pessoas de todas as fés de forma a permitir que toda a gente pratique a religião sem obstáculos. Dedica-se a servir a sociedade, quer seja através da dádiva de sangue quer seja a dedicar tempo a tornar os bairros mais limpos. Fornece alimentos e assistência médica para as pessoas carentes. Acredita que todos os Muçulmanos têm o dever de servir o país em que residem.

Uma Caneta é Mais Poderosa do que a Espada

A Comunidade acredita na paz e na tranquilidade e na difusão da mensagem de forma pacífica. O  fundador da Comunidade Islâmica Ahmadia  salientou a necessidade de usar a caneta em defesa do Islão. Por isso, a comunidade aproveita plenamente os meios de comunicação sociais, tal como jornais e sítios de internet para defender a sua fé.

Publicações

A Comunidade Islâmica Ahmadia traduz e publica ativamente literatura que fornece um melhor entendimento do Islão e promove o diálogo positivo, pacífico e inter-religioso.

A comunidade traduziu ainda o Sagrado Al-Corão em mais de 65 línguas nomeadamente Italiano, Francês,  Espanhol e Português.

alislam
Por alislam Novembro 16, 2015 17:20

Sermão de Sexta-Feira do Califa

Vertical Navigation
Vertical Navigation