Como Aderir à Associação Ahmadia do Islão?

alislam
Por alislam Junho 2, 2015 18:58

Formulário de Bai’at – Ficheiro PDF)

DECLARAÇÃO DE INICIAÇÃO

 HADRAT MIRZA MASROOR AHMAD KHALIFATUL MASIH V

 (O quinto sucessor do Messias Prometido)

Assalamu Alaikum wa Rahmatullahi wa Barakatuhoo

Apresento a minha Declaração de Iniciação devidamente preenchida e assinada. Por favor aceite-me nas filheiras da Comunidade Ahmadia Muçulmana e reze por mim.

Dou testemunho que ninguém é digno de ser adorado exceto Allah. Ele é unico e não tem igual e dou testemunho que Muhammad é o Seu Servo e Mensageiro.

Entro neste dia na Comunidade Ahmadia Muçulmana nas mãos de Masroor Ahmad. Tenho fé firme que Hadrat Muhammad Rasoolullah (a paz e as bençãos de Allah estejam com ele) é Khataman Nabiyyeen, o Selo de todos os profetas. Acredito também que Hadrat Mirza Ghulam Ahmad (a paz esteja com ele) é o mesmo Imame Mahdi e Messias Prometido cuja vinda foi profetizada por Hadrat Muhammad Rasoolullah (a paz e as bençãos de Allah estejam com ele).

Prometo:

  • Fazer todos os esforço para cumprir as dez condições de Bai’at (iniciação) prescritas pelo Messias Prometido (a paz esteja com ele).
  • Dar preferência á minha fé sobre todos os objectos mundanos.
  • Manter sempre uma relação de fidelidade com a Instituição do Khilafat no Ahmadia.
  • E obdecer-lhe como Khalifatul Masih em todos as coisas boas que me peça. Insha’ Allah.

Peço a Allah perdão, o meu Senhor, por todos os meus pecados e volto-me para Ele.

O meu Senhor, meu Allah, enganei a minha alma e confesso todos os meus pecados; A Ti peço perdão, pois não existe mais ninguém para além de Ti, que nos perdoe. Ameen.

CONDIÇÕES DO BAI’AT (INICIAÇÃO)

da Comunidade Islâmica Ahmadia

Por Hadrat Mirza Ghulam Ahmad de Qadian

O Messias Prometido e Mahdi (que a paz esteja com ele)

1. O iniciado prometerá solenemente abster-se do Shirk (associar qualquer pessoa a Deus), até o dia da morte.

2. Afastar-se-á da falsidade, da fornicação, do adultério, do olhar pecaminoso, da imoralidade, da libertinagem, da crueldade, da desonestidade, da rebelião e de tipo de mal. Não deixará levar pelas paixões, por muito fortes que sejam.

3. Oferecerá regularmente as cinco orações diárias, de acordo com os preceito de Deus e do Sagrado Profeta. Tentará rezar o “Tahajud” (oração voluntária antes da aurora) e invocará o “Darud” (bênçãos) sobre o Sagrado Profeta. Será constante em implorar o perdão para os seus pecados e em lembrar as Graças de Deus, louvando-o e glorificando-o.

4. Não causará dano, levado pelas suas paixões, ás criaturas de Deus em geral, e aos Muçulmanos em particular, nem pelas mãos, nem pela lingua, nem de qualquer outra forma.

5. Manter-se-á fiel a Deus em todos as circunstâncias, na felicidade e na tristeza, na adversidade e na prosperidade e na desgraça e submeter-se-á em todos os momentos ao decreto de Deus, estando disposto a padecer todo género de injúrias e sofrimentos no seu caminho. Nunca se afastará Dele em época de desgraça, pelo contrário aproximar-se-á ainda mais.

6. Abster-se-á de seguir costumes não islámicos e más inclinações e submeter-se-á completamente á autoridade do Sagrado Al-Corão, fazendo das palavras de Deus e das palavras do Sagrado Profeta a regra geral da sua vida.

7. Renunciará totalmente ao orgulho á vaidade, e adoptará uma vida de humildade, modéstia, de cordialidade, de indulgência e submissão.

8. Amará a religião, a sua dignidade e a causa do Islão mais do que a sua própria vida, riquezas, dignidade, filhos e seres queridos.

9. Consagrar-se-á ao serviço das criaturas de Deus só pelo seu amor e procurará beneficiar tanto quanto possível a humanidade com as faculdades e capacidade que Deus lhe outorgou.

10. Estabelecerá um vínculo de irmandade com este humilde servo de Deus, prometendo-me obediência por amor a Allah em tudo o que há de bom, e mantê-lo-á até ao dia da sua morte. Que seja tal esta afinidade que não se encontre outra semelhente em outro tipo de relação ou parentesco que requeiro obediência.

Tradução   (Ishtehar Takmeel-e-Tabligh, 12 de janeiro, 1889)

alislam
Por alislam Junho 2, 2015 18:58
Write a comment

No Comments

No Comments Yet!

Let me tell You a sad story ! There are no comments yet, but You can be first one to comment this article.

Write a comment
View comments

Write a comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

Sermão de Sexta-Feira do Califa

Vertical Navigation
Vertical Navigation