O Sagrado Al-Corão – Uma Guia para toda a Humanidade

alislam
Por alislam Julho 10, 2015 20:00

O Sagrado Al-Corão – Uma Guia para toda a Humanidade

O Sagrado Al-Corão – Uma Guia para toda a Humanidade

O que é o Sagrado Al-Corão?

O Sagrado Al-Corão é o livro sagrado do Islão e a fonte de orientação para toda a humanidade. Está dividido em 30 fascículos e 114 capítulos.

O Sagrado Al-Corão dá ênfase à unicidade de Deus e afirma a verdade de todos os profetas. Reconhece também que todas as escrituras reveladas eram verdadeiras na fonte original. Esta é uma característica única do Sagrado Al-Corão e fornece uma base sólida para o verdadeiro diálogo e compreensão entre os seguidores de diferentes fés.

O Sagrado Al-Corão apoia aspetos dos primórdios ensinamentos que são intemporais e se aplicam a toda a humanidade e adiciona mais orientação àqueles ensinamentos, fazendo dele um código de vida abrangente e fonte de conhecimento para todas as pessoas. Os seus ensinamentos  eternos continuam a ter a mesma importância que tinham quando apareceram há mais de 1400 anos.

O Sagrado Al-Corão abrange uma incrível gama de tópicos relacionados com todos os aspetos das nossas  vidas, quer sejam de origem social, económica, científica, política ou inter-religiosa. O alcance e a profundidade dos seus ensinamentos refletem o conhecimento infinito de Allah (termo Árabe para Único Deus)e abordagem da história, biologia humana, natureza, evolução, genética, energia nuclear, astronomia, vida em outras partes do universo e muitos outros assuntos. Contudo, o Al-Corão não é um livro científico nem de conhecimento geral, é antes um livro que incentiva o homem a desenvolver o conhecimento, a procurar a verdade e melhorar a consciência de Allah e relação com Ele.

O Sagrado Al-Corão mudou desde o seu aparecimento?

Não. Uma das características únicas do Sagrado Al-Corão é que é a única escritura Divina em que o texto permaneceu completamente inalterado desde o seu aparecimento. Foi Deus que prometeu exclusivamente a preservação do texto no Sagrado Al-Corão.

“Em boa verdade, Nós, Nós Próprios, havemos enviado esta exortação, e sem dúvida Nós seremos o seu guardião”. (Sagrado Al-Corão, 15:10)

Durante a vida do Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele), todo o texto do Sagrado Al-Corão foi escrito e guardado na memória por milhares de Muçulmanos, uma prática que tem sido seguida desde então. É também uma das maneiras pela qual o texto do Sagrado Al-Corão foi preservado na sua forma original.

Quem escreveu o Sagrado Al-Corão?

O Sagrado Al-Corão não foi escrito por ninguém. Foi revelado por Allah (através do Anjo Gabriel) em Árabe ao Profeta Muhammad  (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) ao longo de um período de 23 anos.

O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele), como era comum entre os Árabes nesta época, não era instruído e não sabia ler nem escrever. Quando recebia a revelação verbal do Sagrado Al-Corão, ele ditava as palavras aos seus escribas nomeados. Foi assim que todo o texto do Sagrado Alcorão foi transcrito durante a vida do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele).

O Sagrado Al-Corão é apenas para os Muçulmanos?

Não. O Sagrado Al-Corão declara que é “…uma guia para os justos” (2:3) e “uma guia para a humanidade” (2:186).

Isto significa que todos aqueles que procuram a verdade com um coração puro encontrarão no Sagrado Al-Corão uma fonte rica de orientação.

Os ensinamentos do Sagrado Al-Corão estabelecem os princípios fundamentais em cada esfera da vida. O Sagrado Al-Corão fornece uma guia completa para o homem alcançar o objetivo da sua criação e explica em que base ele irá ser julgado na próxima vida.

Cada versículo, palavra ou até mesmo cada vogal engloba uma  grande quantidade de conhecimento e significado. Ao mesmo tempo que  o Sagrado Al-Corão utiliza expressões ricas em alegoria e abundantes em simbolismo.

O Sagrado Al-Corão discute temas espirituais e intelectuais através de narrativas e parábolas, cujos objetivos são igualmente aplicáveis ao passado, presente e futuro. O seu estilo poético facilita a leitura e memorização.

Todos os conceitos, princípios e leis necessários ao desenvolvimento ético, moral, intelectual e espiritual do homem foram expostos no Sagrado Al-Corão.

O Sagrado Al-Corão também reafirma o princípio fundamental da liberdade religiosa para todos, deixando o homem livre para     aceitar ou rejeitar a sua orientação respondendo apenas a Allah.

Uma Excelente Oração

O primeiro capítulo do Al-Corão, o Al-Fatihah (indicado abaixo), contém a essência dos ensinamentos de todo o Al-Corão.

“Em nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso.

Todo o louvor cabe a Allah, Senhor de todos os mundos,

O Clemente, o Misericordioso,

Patrono do Dia do Juízo.

A Ti só adoramos e a Ti só imploramos auxílio.

Guia-nos pelo bom caminho –

O caminho daqueles a quem concedeste as Tuas bênçãos, dos que não ficaram sujeitos à colera e dos que não seguiram pelo caminho errado”.

Este capítulo é recitado como parte das orações diárias dos Muçulmanos espalhados pelo mundo, lembrando-lhes a generosidade de Allah.

Algumas Traduções do Sagrado Al-Corão

A Comunidade Islâmica Ahmadia traduziu o texto do Sagrado  Al-Corão em  mais de 65 línguas, nomeadamente Bengali, Chinês, Holandês, Alemão Inglês, Francês, Espanhol, Português, Coreano, Japonês, Persa, Russo, Suaíli e Ioruba. O Sagrado Al-Corão foi ainda traduzido e publicado em Braile.

Alguns Ensinamentos Importantes do Sagrado Al-Corão

Unicidade de Deus

“Diz-lhe, ‘Ele é Allah, o Único; Allah, o Independente e Suplicado de todos’”. (112:2-3)

Crença em todos os profetas

“…todos eles [os crentes] creem em Allah e nos Seus anjos, e nos Seus Livros, e nos Seus Mensageiros, dizendo: ‘Nós não fazemos distinção entre quaisquer dos Seus Mensageiros;’”. (2:286)

Liberdade de religião

“Não deverá haver compulsão em religião”. (2:257)

Respeito por todas as religiões

“Certamente, os Crentes e os Judeus e os Cristãos e os Sabianos – quaisquer deles que verdadeiramente creiam em Allah e no Último Dia e pratiquem o bem – terão a sua recompensa no seu Senhor, e nenhum temor sobre eles virá, nem eles se afligirão”.(2:63)

Igual oportunidade para homens e mulheres

“Em boa verdade, os homens que se submetem a Deus e as mulheres que a Ele se submetem, e os homens crentes e as mulheres crentes, e os homens obedientes e as mulheres obedientes, e os homens verdadeiros e as mulheres verdadeiras, e os homens constantes na fé e as mulheres constantes, e os homens que são humildes e as mulheres que são humildes, e os homens que dão esmolas e as mulheres que dão esmolas, e os homens que jejuam e as mulheres que jejuam, e os homens que guardam a sua castidade e as mulheres que guardam a sua castidade, e os homens que se lembram de Allah muito e as mulheres que se lembram d’Ele – Allah  preparou para eles perdão e uma grande recompensa”. (33:36)

Santidade da vida

“…quem quer que seja que mate um ser humano (…) será como se tivesse matado toda a humanidade; e quem quer que dê vida a alguém, será como se tivesse dado vida a toda a humanidade”. (5:33)

Verdade

“Ó vós que credes! sede firmes em observar justiça, e sendo testemunhas pela causa de Allah, mesmo que seja contra vós próprios ou contra pais e parentes. Quer ele seja rico ou pobre, Allah tem mais atenção por qualquer deles do que vós tendes. Por isso não segui desejos baixos, para que possais ser capazes de agir com equidade. E se vós esconderdes a verdade ou a evitardes, então lembrai-vos de que Allah se dá bem conta do que vós fazeis”. (4:136)

Justiça

“Ó vós que credes! Sede firmes na causa de Allah, prestando testemunho com equidade! E que a inimizade de um povo não vos incite a proceder de outra maneira que não seja com justiça. Sede sempre justos, que é mais perto da equidade. E temei Allah. Por certo, Allah dá-se conta do que vós fazeis”.(5:9)

Caridade

“Se vós derdes esmolas abertamente, está bem e é bom; mas se as esconderdes e as derdes ao pobre, é melhor para vós; e Ele [Allah] de vós removerá muitos dos vossos pecados. E Allah dá-se conta do que vós fazeis”. (2:272)

Humanidade

“Em boa verdade, Allah ordena justiça, e o fazer bem a outros, fazendo o bem a outros como a parentes”. (16:91)

alislam
Por alislam Julho 10, 2015 20:00

Sermão de Sexta-Feira do Califa

Vertical Navigation
Vertical Navigation